Menu PiauiHP

Página Principal
Faça sua H.P.
Conheça o Piauí
Cartões do Piauí
Busca
Seção Mail Grátis
Álbum Fotográfico
Sites Selecionados
História da Internet
História do Brasil
Bate - Papo
Special Help
Contate-me

 Menu PiauiHP

 

Origem do nome da cidade  Impostos  Preservação
 
 
Picos - Cidade Modelo Origem do nome da cidade:  
        Para quem ainda desconhece, o nome “Picos” surgiu por conta dos montes picosos que circulam o lado direito do rio Guaribas. O povoamento se deu de forma lenta e gradual, através dos colonizadores e escravos oriundos das províncias de Pernambuco e Bahia, que passavam pelo local a procura de desafios e mercados. Mas com o tempo, homens de sangue europeu, sertanejos, índios e escravos foram transferidos para as margens férteis do Vale do Guaribas. Já o combustível econômico da região se concentrava na venda de cavalos, pêlos “cavalarianos”. 
         Picos começou na Rua Velha e anos depois surgiu a Rua Grande, considerada a maior vila, conhecida hoje como Avenida Getúlio Vargas. Os colonizadores e religiosos praticantes construíram templo de orações dedicados a São José, e décadas depois ele perdeu parte da reverência fiéis para o “Coração de Jesus”, que permanece até os dias atuais. Por conta disso, os fiéis que até então debulharam seus terços e rosários aos pés do “Coração de Jesus”, começaram a estender também suas preces à Virgem dos Remédios. Um dos destaques na cidade de Picos, é a Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios. 
         Mas o impulso maior que a cidade teve acontecido na década de 70, através da pavimentação asfáltica das BRs 316, 407 e 020, que cortam e dão acesso ao município, colocando-o na posição de segundo maior entroncamento rodoviário do Nordeste. 
         Picos é parte visível de um conjunto de mias de 40 municípios interligados, os quais formam o Centro/Sul do estado do Piauí, mais conhecido por Baixões Agrícolas Piauienses. 
VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA

Impostos:  
         Ocupando posição de destaque desde a década de 70, Picos tem se mantido como segunda maior cidade do Piauí a recolher o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e serviços para o Governo do Estado. 

VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA
Preservação:  
         Hoje, ainda está preservada a casa do Dr. Fonseca, descendente de italianos, que se mantém lúcido com seus 86 anos. Sua residência tem mais de 118 anos e não apresenta o menor abalo nas estruturas físicas, tendo uma particularidade comum de fugitivo da guerra, ou seja, um enorme porão no fundo da casa, para onde seus familiares deveriam se esconder. 
VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA